Visitantes Negócios Associações e Imprensa
Blog Facebook Twitter

Sala de imprensa


Captação é prioridade da maioria dos Convention Bureaux, diz pesquisa

Publicado em: 11/01/2018

Os Convention & Visitors Bureaux brasileiros estão mais focados em um de seus principais objetivos: desenvolver estratégias com a intenção de atrair eventos. É o que aponta a primeira edição do Barômetro, pesquisa desenvolvida pela União Nacional dos CVBs e Entidades de Destinos (Unedestinos), uma organização que reúne os 40 principais destinos e Convention Bureaux do País, entre eles o Maringá e Região.

De acordo com a pesquisa, 52,38% dos CVBs priorizaram, no ano passado, a captação de eventos, à frente da promoção do destino. Além disso, 28,57% afirmaram ter apostado mais em ações promocionais e outros 19,05% disseram que sua atuação em 2017 foi igualmente dividida entre captação e promoção.

Esses números referentes a 2017 refletem no planejamento das entidades também para 2018. Segundo o Barômetro da Unedestinos, a atuação dos associados para este ano será de mais captação e menos promoção (66,67%). Ações promocionais serão prioritárias para 19,05%, enquanto captação e promoção terão a mesma proporção para 14,29%.

Recursos

O levantamento da Unedestinos também revela os principais meios para obtenção de receita visando à manutenção do trabalho realizado pelos Convention Bureaux. Tanto na avaliação feita pelas entidades com relação a 2017 quanto na projeção que essas instituições fazem para 2018, a principal fonte de recursos foi a Room Tax, seguida pela mensalidade dos mantenedores. Na sequência foram elencados, em ordem, parcerias públicas, patrocínios, eventos, projetos e outros.

Perspectiva

Outro dado importante revelado pelo Barômetro é otimismo dos Convention Bureaux para este ano. Para 71,43% o ambiente é positivo para crescimento em 2018, já 19,05% consideram o ambiente muito positivo e 9,52% neutro. Nenhuma entidade avaliou que o ambiente esteja negativo ou muito negativo para este ano.